Reino Unido Quer que Escolas Ensinem Autoestima aos Alunos

Os Perigos da Automedicação
13/07/2012
Manter Horário das Refeições Ajuda a Combater Obesidade
16/07/2012
Exibir tudo

Duas em cada três pessoas no Reino Unido não estão felizes com seus corpos. A constatação veio do estudo The Reflections on Body Image, divulgado pelo grupo All Party Parlamentary e a Young Mens Christian Association (YMCA). Em consequência disso, deputados britânicos estão propondo a introdução de aulas de imagem e expressão corporal nas escolas.

A pesquisa mostrou que a imagem corporal é a principal preocupação de um em cada cinco meninos e de uma em cada três meninas de 10 anos, que declaram ser este o maior motivo de bullying.

Até mesmo meninas bem novinhas, de cinco anos de idade, já se preocupam com a aparência, com base nas mensagens que estão vendo ao seu redor, sendo que as cirurgias plásticas aumentaram quase 20% no país desde 2008.

Cultura de Celebridades

Segundo os especialistas, a avalanche de imagens de corpos ditos perfeitos através da mídia seria uma das principais causas da falta de autoestima na população. É a chamada “cultura das celebridades”, tão propagada, mas correspondida apenas por 5% das pessoas.

Independente de idade, gênero, sexualidade, etnia, tamanho ou forma do corpo, o estudo revelou que a insatisfação é uma questão que afeta toda a sociedade, acarretando problemas de relacionamento e baixa autoestima, além de bloqueios na progressão escolar e no trabalho.

Transtornos Alimentares

A pesquisa também apontou que cerca de metade das meninas e até um terço dos meninos fazem dietas para emagrecer, levando a mais uma preocupação: a dos transtornos alimentares.

Foram ouvidos acadêmicos, instituições de caridade, peritos públicos, entre outros, concluindo que acabar de vez com dietas pode reduzir em 70% os casos de transtornos alimentares no país.

Fonte: Abeso

Os comentários estão encerrados.